Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2009

30 de abril: Pio V, Papa e Confessor. Pontificado - 1565 a 1572

Pio V nasceu em 1504 em Bosco, Itália, de nobre família Ghislieri. No santo Batismo deram ao filho o nome de Miguel. Menino ainda, deu Miguel indício de vocação sacerdotal, distinguindo-se sempre por uma piedade pouco vulgar.

Seguindo a sua inclinação, entrou na Ordem de S. Domingos, na qual ocupou diversos cargos de Superior. Igualmente distinto em santidade como em ciência, foi Miguel nomeado inquisidor, cargo este que desempenhou com grande competência. Muitas cidades e regiões inteiras lhe devem terem ficado livres da peste de heresia.

Reconhecendo-lhe o valor e os grandes méritos, o Papa Pio IV conferiu-lhe a dignidade de Bispo e Cardeal da Igreja Católica. O conclave, reunido por ocasião da morte de Pio IV, elevou-o ao pontificado.

Como Papa, desenvolveu Pio V uma atividade admirável, para o bem da Igreja de Deus sobre a terra. Foi um pontificado dos mais abençoados. Exemplaríssimo na vida particular, ardente de zelo pela glória de Deus e a salvação das almas, possuía Pio V as qual…

NOTÍCIA: Cardeal Martínez Sistach pede «salvar o domingo»

Elogia uma iniciativa do Parlamento Europeu para proteger esse dia de descanso

O arcebispo de Barcelona, cardeal Lluís Martínez Sistach, elogiou a iniciativa em curso no Parlamento Europeu para proteger o domingo como um dia de descanso semanal na legislação dos Estados membros e comunitária da União Europeia.

Em sua carta pastoral deste domingo, titulada «Salve o domingo», adverte sobre a incidência negativa que teria sobre a família a perda do domingo como um dia festivo e a ampliação dos horários comerciais.

«O benefício econômico e o progresso técnico, frio e nem sempre um progresso autêntico da pessoa humana e do bem comum, não nos deve fazer perder o riquíssimo valor do domingo, o qual tem uma longa tradição em nossa cultura e cujas múltiplas manifestações foram criando cultura e dando sentido e alegria à vida das pessoas e das famílias», assinala.

O cardeal qualifica a iniciativa que está em curso no Parlamento Europeu como «uma moção muito importante que considero que é preciso …

NOTÍCIA: Apesar da suspensão do culto no México, fiéis rezam nas Igrejas - Missa a portas fechadas na Basílica de Guadalupe

Por Sergio Estrada

Em um fato inusitado, a arquidiocese do México suspendeu as celebrações eucarísticas deste domingo, devido à situação que prevalece no país por causa da denominada gripe suína, que está afetando a capital do país, assim como o Estado do México e alguns estados como San Luis Potosí.

Alguns templos da capital abriram, mas somente para que os fiéis rezassem pela erradicação deste mal. Outros elevaram orações para que as autoridades adotem as medidas corretas diante desta emergência. A basílica de Guadalupe não foi a exceção e se levou a cabo a missa dominical às 8h da manhã a portas fechadas.

Acompanhado de membros de Guadalupe, Dom Diego Monroy, reitor do templo mariano mais visitado no mundo, em sua homilia precisou que n«este momento que se vive em nossa nação, é vital a confiança e a esperança no Senhor, que é o único que salva».

Apontou que o Senhor Jesus nos tratou com verdadeiro amor neste momento difícil, não só deste vírus suíno, mas também da mentira, da c…

Zelo pelo corpo de Deus - a distribuição e recepção do Santíssimo Sacramento da Eucaristia

1. Introdução
Ensina-nos o Sagrado Magistério da Santa Igreja Católica Apostólica Romana que Nosso Senhor Jesus Cristo está presente verdadeiramente no Santíssimo Sacramento do Altar, em Corpo, Sangue, Alma e Divindade, nas aparências do pão e do vinho, como afirma o Catecismo da Igreja Católica (Cat.), nos números 1374-1377. Ele se faz presente durante a Santa Missa, que é a renovação do Seu Único e Eterno Sacrifício, consumado de uma vez por todas na cruz e tornado presente no altar, pelas mãos do sacerdote (Cat. 1362-1372; 1411).
E por esta razão, na autoridade que a Santa Igreja recebeu de Nosso Senhor para legislar a respeito do modo como deve ser distribuído e recebido o Santíssimo Sacramento (Cat. 553; Constituição Sacrossanctum Concilium, 22) ela mesmo estabelece normas litúrgicas e recomendações para que isso seja feito com extremo amor, carinho, zelo, cuidado, respeito e adoração a Deus.
Nesse sentido, escreveu o saudoso Papa João Paulo II: "De modo particular torna-se n…

Catena Aurea: Comentários do Evangelho do III Domingo da Páscoa pelos Santos Padres: Lucas 24,35-48

Eles, por sua parte, contaram o que lhes havia acontecido no caminho e como o tinham reconhecido ao partir o pão. Enquanto ainda falavam dessas coisas, Jesus apresentou-se no meio deles e disse-lhes: A paz esteja convosco! Perturbados e espantados, pensaram estar vendo um espírito. Mas ele lhes disse: Por que estais perturbados, e por que essas dúvidas nos vossos corações? Vede minhas mãos e meus pés, sou eu mesmo; apalpai e vede: um espírito não tem carne nem ossos, como vedes que tenho. E, dizendo isso, mostrou-lhes as mãos e os pés. Mas, vacilando eles ainda e estando transportados de alegria, perguntou: Tendes aqui alguma coisa para comer? Então ofereceram-lhe um pedaço de peixe assado [e um favo de mel]¹. Ele tomou e comeu à vista deles. Depois lhes disse: Isto é o que vos dizia quando ainda estava convosco: era necessário que se cumprisse tudo o que de mim está escrito na Lei de Moisés, nos profetas e nos Salmos. Abriu-lhes então o espírito, para que compreendessem as Escrituras…

Algumas considerações sobre a Missa do Cardeal Cañizares no Latrão

Imagem
A recente celebração de uma Solene Missa Pontifical no usus antiquior pelo Cardeal Prefeito da congregação romana que supervisiona a sagrada liturgia, a Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos; e além disso na proeminente Arquibasílica Lateranense, a própria catedral do papa na Sé de Roma, não pode ser subestimada. Ao contrário, ela traz consigo aspectos notáveis, tanto históricos como simbólicos.
Não seria exagero sugerir que o significado desta combinação de pessoa e lugar seja algo que certamente não passará despercebido em vários setores na Igreja - e dificilmente alguém pode esperar que isso não tenha sido considerado ao menos de certa maneira no planejamento e aprovação desta Missa.
Tal evento é, de fato, rico em seu valor simbólico por não deixar de ser uma poderosa declaração e afirmação do atual lugar que o usus antiquior ocupa novamente na vida da Igreja. Enfatiza ainda a bênção do papa ao mesmo, que, embora não esteja em dúvida, é novamente relevante po…

Cardeal do Culto Divino celebra Missa Pontifical em Rito Gregoriano no Altar Papal da Basílica do Latrão

Imagem
Terça-feira, dia 21 de abril, o Card. Antonio Cañizares Llovera, Prefeito da Congregação do Culto Divino e Disciplina dos Sacramentos, celebrou Solene Missa Pontifical no antigo e venerável Rito dos papas Dâmaso e Gregório que constitui hoje a Forma Extraordinária do Rito Romano, na Catedral do Papa, a Arquibasílica de São João do Latrão.

Só quem conheceu as dificuldades e os preconceitos na aplicação do Motu Proprio Ecclesia Dei até mesmo em Roma, pode entender a grandeza simbólica deste fato.

Não foi um monsenhor da Ecclesia Dei a celebrar, nem mesmo o seu Presidente, nem mesmo o generoso Prefeito da Congregação para os Religiosos, foi simplesmente o Prefeito da Congregação do Culto Divino e Disciplina dos Sacramentos a recordar a todos que o Rito Romano, segundo a legislação universal da Igreja, não se resume a uma única forma, possui duas formas (Motu Proprio Summorum Pontificum, art. 1) da mesma maneira que o Rito Bizantino possui três: a “liturgia de São João Crisóstomo” (forma or…

Tríduo Pascal - Matriz do Amparo

Pax et bonum!
Feliz Páscoa, caríssimos irmãos! Infelizmente não pude postar antes e, mais infelizmente, não tenho fotos das celebrações do Santo Tríduo Pascal da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Amparo. Mas queria fazer notar os caracteres tradicionais que tivemos por lá.
Missa in Cena Domini
- Ato Penitencial na 3ª fórmula (invocações intercaladas com o Kyrie), onde o Kyrie foi o de Angelis.
Passio Domini
- O Pe. José de Pinho tirou a casula e os sapatos para a Adoração da Cruz.
Vigilia Paschalis
- Na segunda parada com o Círio Pascal o anúncio foi em latim: Lumen Christi, seguido da resposta Deo gratias; - Conclusão de algumas orações (das várias da Liturgia da Palavra) em latim: Per Christum Dominum Nostrum; - Antes do Salmo aleluiático que precede o Evangelho, o pe. José de Pinho entoou o Alleluia tradicional gregoriano de 25 notas; - Na despedida cantou-se Ite missa est, alleluia, alleluia com a resposta Deo gratias, alleluia, alleluia.
Dominica Paschae
- A sequência foi cantada na melodia g…

Catena Aurea: Comentários ao Evangelho pelos Santos Padres: II Domingo de Pascoa, João 20, 19-31

Caríssimos leitores, chama-se "Catena Aurea" (Cadeia de Ouro) a obra que contém a coletânea de comentários dos Padres da Igreja sobre os 04 Evangelhos (versículo por versículo) catálogada na Idade Média por São Tomás de Áquino. Essa obra é importantíssima, pois além de mostrar o testemunho da Tradição e do Magistério na exegese dos Evangelhos, preservou alguns comentários cuja fonte, desde aquela época, se perdeu.

Esta obra nunca foi editada no Brasil e só existe na internet em espanhol, inglês e latim. Visando mais uma vez o bem das almas resgatadas por Nosso Senhor, a ARS assumiu a tarefa de traduzir os comentários da Catena Aurea referente ao Evangelho de cada Domingo. É uma tradução nossa, de acordo com nossas pobres capacidades, por isso, pedimos a compreensão caso haja algumas insuficiências. Esperamos mesmo assim contribuir para o bem das almas cristãs e principalmente com os sacerdotes para uma melhor elaboração de suas homílias.

Evangelho do II Domingo da Páscoa (Joã…

A Santa Missa no Missal Romano de Paulo VI

“A celebração da Missa [...] é o centro de toda a vida cristã tanto para a Igreja universal como local e também para cada um dos fiéis. Pois nela se encontra tanto o ápice da ação pela qual Deus santifica o mundo em Cristo, como o do Culto que os homens oferecem ao Pai, adorando-o pelo Cristo, Filho de Deus. [...] As demais ações sagradas e todas as atividades da vida cristã a ela estão ligadas, dela decorrendo ou a ela sendo ordenadas.” (IGMR 16)ELEMENTOS GERAIS

“Os fiéis permaneçam de pé [1]
- do início do canto da entrada, ou enquanto o Sacerdote se aproxima do altar, até a oração do dia inclusive;
- ao canto do Aleluia antes do Evangelho;
- durante a proclamação do Evangelho;
- durante a profissão de fé e a oração universal;
- e do convite Orai, irmãos antes da oração sobre as oferendas até o fim da Missa, exceto nas partes citadas em seguida.
Sentem-se durante [1]
- as leituras antes do Evangelho e durante o salmo responsorial;
- durante a homilia e durante a preparação das oferendas;
- e,…