Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2010

Por que o silêncio durante o Cânon?

Pax et bonum!
Caríssimos, a Missa na forma extraordinária do Rito Romano possui uma característica interessante, que foi retirada do Ordo com a nova edição do Missal, a partir das reformas feitas no período durante e após o Concílio. Esta característica é o profundo silêncio durante a Oração Eucarística (no caso, a que na forma ordinária conhecemos como Cânon Romano ou Oração Eucarística I). Sim! A não ser por duas exceções, toda a Oração é feita em voz baixa, inaudível para os fiéis. Há muito tempo encontrei um interessante texto de um padre da Fraternidade Sacerdotal São Pedro. Traduzi-o do inglês e publico-o logo abaixo. Bom proveito!
*****
Por que o silêncio durante o Cânon? Por Pe. Hubert Bizard, FSSP
Bernanos escreve que o mundo moderno é uma conspiração organizada e ávida contra todo tipo de vida interior. É verdade que é particularmente difícil, como todos já experimentaram, não ser quase constantemente solicitado por este mundo que nos envolve; propagandas, barulhos de toda sorte; …

Graduale Romanum da Igreja do Amparo!

Imagem
Pax et bonum!
Há algumas postagens atrás (ou seria abaixo), falei do Compendium Eucharisticum que comprei através de um frade carmelita descalço, que está passando férias aqui em Teresina. Pois bem, a segunda encomenda era um Graduale Romanum para a Igreja Matriz de Nossa Senhora do Amparo! O mesmo já foi entregue ao pároco, Pe. José de Pinho (que me solicitou a compra do Graduale) neste último domingo (18/07). Esperamos aumentar nosso repertório e dar passos mais ousados nas sendas da renovação litúrgica querida pelo Santo Padre. Poderia arriscar em dizer que a Igreja Matriz de Teresina é a única a possuir um Missale Romanum - editio tertia e um Graduale Romanum!
Mas o que é o Graduale Romanum?
Simples: é o "hinário litúrgico gregoriano oficial"! Sim! Posso usar esta expressão, pois o Graduale simplesmente possui não só todo o Kyriale (Kyrie, Gloria, Sanctus, Agnus Dei, Ite), incluindo Asperges, Vidi aquam e Credo, como também todos os cantos do Próprio (ex: Entrada e Comunhão) …

SANGVIS CHRISTI - PRETIVM NOSTRÆ SALVTIS

Imagem
Pax et bonum!
Caríssimos, lamento não ter postado antes algo sobre o Preciosíssimo Sangue de Cristo, ao qual se dedica um culto particular neste mês de Julho. Coloco logo abaixo o texto da Catholic Encyclopedia e, em seguida, a Ladainha ao Preciosíssimo Sangue de nosso Senhor Jesus Cristo (composta pela Sagrada Congregação dos Ritos, promulgada pelo Beato João XXIII em 24/02/1960 e atualmente presente no Compendium Eucharisticum), a qual proponho para todos os dias que ainda nos restam de Julho.

O sangue de nosso Divino Salvador
No século XV alguns teólogos, querendo determinar se o sangue derramado pelo Salvador durante sua Paixão permaneceu unido ao Verbo ou não, levantaram a questão sobre o Precioso Sangue ser uma parte essencial ou apenas concomitante da Sagrada Humanidade. Sendo uma parte essencial, alegaram, nunca poderia separar-se do Verbo; se concomitante apenas, poderia. Os Dominicanos sustentavam o primeiro ponto de vista, e os Franciscanos o segundo. Pio II, em cuja presença s…

Temos que dar um giro de 180°!

Imagem
Entrevista dado pelo Cardeal Cañizares ao jornal católico alemão Die Tagespost, por ocasião do 3º aniversário do motu proprio Summorum Pontificum.
Três anos após a publicação do Motu Proprio Summorum Pontificum, o Prefeito da Congregação Romana para o Culto Divino faz o balanço geral.
Por Regina Einig
Eminência, o Papa, na carta aos bispos do mundo, falou, no que diz respeito às primeiras conversas antes do Motu Proprio Summorum Pontificum, de alegre aceitação ou de declarada oposição. O clima mudou desde então?
O clima permaneceu essencialmente o mesmo. mas eu acredito que um movimento está a caminho. Entende-se bem melhor agora sobre o que era o Motu Proprio. A compreensão da liturgia na tradição da Igreja cresceu. O mesmo é verdade para a hermenêutica da continuidade. Tudo isto beneficiará não somente a aceitação e implementação do motu proprio, mas também enriquecerá a renovação litúrgica e a porá em prática - no sentido de que o espírito da liturgia está vivo novamente.
Na França, doi…

Sobriedade e Solenidade - monjas de Barroux

Pax et bonum!
Gostaria de compartilhar com todos um vídeo que inclui partes da Dedicação do Altar e da Missa, celebrada pelo Cardeal Medina em 12 de maio de 2005, na Igreja da Abadia de Nossa Senhora da Anunciação, le Barroux, França. Conheci este vídeo nesta semana. Segundo uma página disponível, esta comunidade de monjas beneditinas nasceu em 1979, fruto do trabalho de Dom Gerard e Madre Élisabeth, em torno de quem algumas jovens queriam fazer l'expérience de la tradition. Depois de passar por alguns lugares, puderam fixar-se num terreno da comunidade de Barroux, em 1983, e assim o fizeram, instalando-se lá em 1987. A Santa Sé reconhece canonicamente o mosteiro em 1989, o qual é erigido como Abadia em 1992. A 12 de maio de 2005, como citado, aconteceu a Dedicação do Altar da Igreja abacial. O vídeo de 43min é um exemplo de perfeita coerência entre "sobriedade, sacralidade e solenidade" (recordando os caríssimos irmãos do Salvem a Liturgia!). Recomendo, pois, a todos que o a…

Meu Compendium Eucharisticum!

Pax et bonum!
Ontem chegou a Teresina Fr. Fábio Maria da Cruz, OCD, de férias da faculdade em Roma. Aos que aqui frequentam o mosteiro Carmelita, no Angelim, zona sul da cidade, este nome deve ser conhecido. Pois bem, tenho entrado em contato com ele antes, fiz duas encomendas: uma minha e uma da Paróquia Nossa Senhora do Amparo (sobre a qual falarei noutra postagem).
A minha encomenda era o Compendium Eucharisticum, lançado pelo Vaticano em outubro do ano passado. Esta já está em minhas mãos. O caro frade celebrou hoje, às 17h30, a Santa Missa do último dia do tríduo, pois no mosteiro amanhã será a Solenidade de N. Sra. do Carmo). Como não pude ir, receberam o livro por mim. Ainda o verei pessoalmente. O caro frade também me deu o livreto da Missa da Solenidade do Sagrado Coração de Jesus deste ano, no Vaticano.
Em breve postarei mais coisas relativas ao Compendium Eucharisticum! Deo gratias!
Por Luís Augusto - membro da ARS

Capítulo I - traduzido (Liturgia - princípios fundamentais)

Pax et bonum!
Terminei hoje a tradução do primeiro capítulo de "Liturgia - princípios fundamentais", obra de D. Gaspard Lefebvre.
Título e tópicos:
I - O CULTO OFICIAL DE ADORAÇÃO As criaturas foram feitas para louvar a Deus A encarnação nos concede a participação no Sacerdócio de Cristo As prefigurações do culto litúrgico na Antiga Lei A liturgia cristã começa com o Cristo, que continua sendo o Sumo Pontífice O culto litúrgico, perfeito ato de adoração a Deus por Jesus O culto divino, expressão de nossa fé A Liturgia, expressão de nossa esperança A Liturgia, manifestação de nosso amor A Liturgia: una, santa, católica e apostólica Sua preeminência sobre a oração privada
O conteúdo só será publicado junto. Desde já peço que entre em contato comigo algum católico de boa vontade que entenda muito bem o francês para me fornecer uma revisão gratuita. Contatos pelo email da ARS: ars.the@gmail.com
Por Luís Augusto - membro da ARS

3 anos de Summorum Pontificum

Imagem
Pax et bonum!
Ontem (07 de julho) comemoramos o terceiro aniversário de publicação do Motu Proprio Summorum Pontificum, sobre o uso da forma litúrgica anterior às reformas conciliares. No dia 15 de agosto do ano passado eu postava sobre os DVDs existentes acerca da Forma Extraordinária do Rito Romano, com foco no DVD da Pontifícia Comissão Ecclesia Dei. Nessas últimas semanas, solicitando um destes DVDs através de um sacerdote, frade carmelita, que estuda em Roma e chega de férias aqui no Brasil nos próximos dias, informou-me por email que o DVD já está esgotado no Vaticano. Deo gratias! Ainda assim há clérigos que ignoram, enfraquecem e contrariam as disposições atuais.
1. Ignoram: infelizmente há seminaristas e até presbíteros que não sabem no que as duas formas se diferenciam e não concebem, por exemplo, o uso do latim ou a orientação comum (Versus Crucem, Versus Deum) na forma ordinária. Alguns ainda ligam a forma extraordinária a grupo, movimento ou congregação A ou B que são, em seu …