Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2010

Quando a Virgem Maria visitou o Brasil...

Imagem
Pax et bonum!
Depois dos últimos fatos vistos neste período eleitoral, e depois do resultado da eleição, achei por bem divulgar uma aparição da Virgem Maria que, pelo visto, é muito pouco conhecida (eu, particularmente, nunca tinha ouvido falar há alguns meses). Trata-se da aparição de Nossa Senhora [das Graças] na Vila de Cimbres, no município de Pesqueira-PE, na década de 30.
***
Aparições de Maria Santíssima no nordeste do Brasil
Pe. Júlio Maria de Lombaerde* (1878 - 1944)
A primeira edição deste livro estava no prelo quando tive notícia de uma das aparições de Maria Santíssima no norte do Brasil. A notícia foi-me transmitida por um sacerdote exemplar, incapaz de ilusão ou de fraude. Preferi esperar e deixar para mais tarde a divulgação do fato, que a autoridade eclesiástica, sempre prudente e justamente desconfiada, conservava secreta, para evitar precipitações ou juízos mal fundados. Eis que perto de dois anos depois, um amigo enviou-me uma revista alemã, de responsabilidade e de orie…

Capítulo V traduzido (Liturgia - princípios fundamentais)

Pax et bonum!
Terminei hoje a tradução do quinto capítulo de "Liturgia - princípios fundamentais", obra de D. Gaspard Lefebvre.
Título:
V - O ESPÍRITO DIOCESANO E PAROQUIAL
Este capítulo não apresenta subdivisões. Eis a razão da ausência de tópicos.
Por Luís Augusto - membro da ARS

Papa e temas políticos do Brasil! Dicurso aos Bispos do Maranhão.

DISCURSO DO PAPA BENTO XVI AOS PRELADOS DA CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL (REGIONAL NORDESTE V) EM VISITA «AD LIMINA APOSTOLORUM»
Quinta-feira, 28 de Outubro de 2010
Amados Irmãos no Episcopado,
«Para vós, graça e paz da parte de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo» (2 Cor1, 2). Desejo antes de mais nada agradecer a Deus pelo vosso zelo e dedicação a Cristo e à sua Igreja que cresce no Regional Nordeste 5. Lendo os vossos relatórios, pude dar-me conta dos problemas de caráter religioso e pastoral, além de humano e social, com que deveis medir-vos diariamente. O quadro geral tem as suas sombras, mas tem também sinais de esperança, como Dom Xavier Gilles acaba de referir na saudação que me dirigiu, dando livre curso aos sentimentos de todos vós e do vosso povo.
Como sabeis, nos sucessivos encontros com os diversos Regionais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, tenho sublinhado diferentes âmbitos e respectivos agentes do multiforme serviço evangelizador e pastoral da I…

Defesa da Vida - URGÊNCIA

Pax et bonum!
A situação em nosso país tem ficado muito séria depois do primeiro turno das eleições. Espero que ao verem esses vídeos os católicos iludidos sejam iluminados e abram os olhos. Recomendo vivamente a todos os que visitarem este blog a assistirem esses vídeos.
Deus nos livre da descriminalização do aborto!









O Sinal da Cruz

Imagem
Pax et bonum!
Hoje, quando rezava antes de tomar o café da manhã, deu-me vontade de postar algo sobre o Sinal da Cruz. Lembrei-me logo da Catholic Encyclopedia e traduzi o artigo que segue. Creio que será bastante edificante, para os caros leitores, compreender um pouco mais deste sinal que trazemos como herança da antiguidade cristã. Boa leitura! Obs: as imagens não estão presentes no artigo original.
***
O Sinal da Cruz
Escultura de Cristo no topo da entrada da Basílica de São Pedro, Vaticano
Um termo aplicado a vários atos manuais, de caráter litúrgico ou devocional, que têm ao menos isto em comum: o gesto de traçar duas linhas com interseção formando ângulos retos indicando simbolicamente a figura da cruz de Cristo.
Mais comum e apropriadamente a expressão "sinal da cruz" é usada para a grande cruz traçada da testa para o peito e de um ombro para o outro, como os Católicos são ensinados a fazer sobre si quando começam suas orações, e também como o sacerdote faz aos pés do altar …

Por um novo movimento litúrgico

Imagem
O Pe. Barthe acaba de lançar uma pequena bomba que se chama, sem precauções inúteis, “la messe à l`endroit” (a missa no seu lugar). Sabe-se que foi o escritor Paul Claudel que no Le Figaro littéraire, desde 1955, escreveu “la messe à l`envers” (missa ao inverso), um artigo trovejante para estigmatizar o que na época não eram mais que experiências litúrgicas...
Bem, hoje o Pe. Barthe quer “recolocar a missa no seu lugar”. E ele considera que se apóia em uma grande corrente, que se designa na Igreja como a corrente da “reforma da reforma”.
Explicações:
1. Sua última obra (1) nos um pega um pouco de surpresa, pois nós o conhecemos como um sagaz defensor da Missa Tradicional, e agora aqui o senhor se preocupa com a Missa dita “de Paulo VI”. Por que esse interesse de sua parte?
A participação na defesa de uma, ao contrário, jamais me impediu de preocupar-me com a transmutação da outra, a de Paulo VI. Em 1997, vinte anos antes do Motu Proprio, eu publiquei um livro de entrevistas: Reconstruire …

São Paulo da Cruz e a Santa Missa

Imagem
Pax et bonum!

Hoje, 19 de outubro, Dia do Piauí, há a memória facultativa de São Paulo da Cruz. Este grande Santo, fundador da Congregação da Paixão de Jesus Cristo, comumente conhecidos como os passionistas, nasceu com o nome de Francisco Danei Massari, em Ovada, Itália, aos 3 de Janeiro de 1694. Apaixonado pela Paixão de Cristo, dedicou-se a uma vida de solidão e pobreza e idealizou a fundação de uma congregação. Foi ordenado sacerdote pelas mãos do Papa Bento XIII em 07/06/1727, na Basílica de São Pedro, onde futuramente foi canonizado, em 1866, pelo Papa Pio IX. As Regras foram aprovadas pelo Papa Bento XIV em 1741. Gostaria de transcrever algumas passagens de uma biografia sua, em que se fala de seu amor zeloso pela Sagrada Liturgia. Há quem tente identificar o zelo pelas rubricas com um espírito distante do amor ao próximo ou superficial na vida espiritual. Neste caro Santo encontramos o contrário: uma profunda caridade para com o próximo, aliada a uma vida intensamente mística…

Oportet vivere

Pax et bonum!
***
É PRECISO VIVER
Chegamos, amados, à última etapa ou perspectiva do Mistério Eucarístico, nessa série de textos pelos quais desejamos aprofundar aquilo que foi celebrado no II Congresso Eucarístico Arquidiocesano. A Liturgia é simultaneamente a meta para a qual se encaminha a ação da Igreja e a fonte de onde promana toda a sua força”, reza o Concílio Vaticano II. Eis a razão pela qual não podemos separar os três aspectos da fé, da celebração e da vivência. Sabemos que os Sacramentos “alimentam, fortificam e exprimem” a fé, como reza ainda o Concílio. Esta é a razão pela qual começamos pela fé e passamos para a celebração a fim de chegarmos à prática. É igualmente um “amor sólido, prático” que se pede numa muito conhecida oração atribuída a São Padre Pio de Pietrelcina, santo de uma vida eucarística totalmente admirável. O “viver” é uma resposta à graça de Deus doada e é o culto genuíno que oferecemos no altar do coração, no cotidiano, no ordinário da vida, “sendo o essenci…