sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Fotos da Missa do dia 20/01 - 8 anos da ARS, com Pe. Jorge Luís

Pax et bonum!
Salve Maria!

No último dia 20 rendemos culto ao único e verdadeiro Deus pelo oitavo aniversário de nossa Associação Redemptionis Sacramentum, grupo de fiéis criado em 14/01/2009, sob o impulso do pontificado do Papa Emérito Bento XVI e do Motu Proprio Summorum Pontificum, para fazer eco às palavras de Santo Irineu de Lião: "É preciso amar com extremo amor tudo que é da Igreja", mas especificamente no contexto da Sagrada Liturgia, procurando guardar e fomentar um "espírito litúrgico" que, segundo os dizeres do Servo de Deus Pe. João Baptista Reus, SJ, nosso patrono, "consiste em estudar, estimar, explicar, promover e defender a Liturgia".
É possível que grande parte dos que estiveram conosco nesta Santa Missa nunca tenham participado de uma celebração na Forma Extraordinária do Rito Romano. Pois bem, em ambas as formas, e mesmo em todos os ritos, quer ocidentais quer orientais, não obstante as grande e pequenas diferenças, a intenção da Santa Missa é a mesma: unirmo-nos ao Senhor Jesus Cristo, pelo Espírito Santo, e nos oferecermos, como seus membros, em sacrifício a Deus Pai: sacrifício de louvor e adoração, sacrifício de ação de graças, sacrifício de propiciação pelos pecados e sacrifício de impetração em que pedimos as graças que nos são necessárias. Sim, tudo isto devemos fazer hoje e sempre com Jesus Cristo Eucarístico, nosso Mediador e Sumo e Eterno Sacerdote, em toda Missa.
Mais do que ouvir e entender, mais do que acompanhar e ler, imolemos nosso coração no altar do Senhor, nesta adoração à Santíssima Trindade.
Agradecemos ao Revmo. Pe. Jorge Luís e ao seio eclesiástico ao qual pertence: a Administração Apostólica Pessoal São João Maria Vianney, pela graça do apoio, da oração, da visita e desta celebração. A Associação Redemptionis Sacramentum o mantém em suas orações.
Pedimos a todos os que estiveram presentes, ou ao menos que desejaram estar, que roguem conosco a Deus para que sejam suscitados mais sacerdotes em nossa Arquidiocese que possam celebrar a Santa Missa na Forma Extraordinária do Rito Romano, a fim de atender aos pedidos dos fiéis que a desejam, abrindo-lhes, assim, como diz a Santa Sé, este "tesouro precioso a ser conservado".








Nenhum comentário: