sábado, 25 de setembro de 2010

Capítulo IV traduzido (Liturgia - princípios fundamentais)

Pax et bonum!

Terminei hoje a tradução do quarto capítulo de "Liturgia - princípios fundamentais", obra de D. Gaspard Lefebvre.

Títulos e tópicos:

IV - PELA IGREJA A DEUS
A Igreja visível é antes de tudo o Papa
Por Jesus-Igreja nós chegamos ao Pai no Espírito Santo
O triplo poder
- 1. O poder do magistério
- 2. O poder do ministério
- 3. O poder do governo

Por Luís Augusto - membro da ARS

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Ajoelhar-se na Missa ajuda a vencer idolatria, explica perito em liturgia

Vaticano, 16 Set. 10 / 02:12 pm (ACI).- O perito em liturgia e arte sacra, Monsenhor Marco Agostini, assegurou que ajoelhar-se na Missa é uma boa maneira de vencer a idolatria pois é uma resposta do homem à "Epifania de Cristo".

Mons. Agostini, oficial da segunda seção da secretaria de Estado e um dos mestres de cerimônia pontifícios, escreveu no jornal L'Osservatore Romano, que os formosos pavimentos de muitas igrejas antigas foram "feitos para os joelhos dos fiéis" como um "tapete perene de pedras" para a oração e a humildade.

"Hoje os genuflexórios desapareceram em muitas igrejas e se tende a remover os balaustres diante dos quais alguém podia se aproximar da comunhão de joelhos", sustenta o perito segundo uma tradução do texto divulgada pelo vaticanista Sandro Magister.

"Entretanto no Novo Testamento o gesto de ajoelhar-se apresenta cada vez que se apresenta a divindade de Cristo a alguém: pense-se por exemplo nos Magos, o cego de nascimento, a unção de Betânia, a Madalena no jardim na manhã de Páscoa", acrescenta Mons. Agostini.

O perito recorda que "Jesus mesmo disse a Satanás, que queria impor-lhe uma genuflexão equivocada, pois só a Deus se deve dobrar o joelho. Satanás pede ainda hoje que se escolha entre Deus ou o poder, Deus ou a riqueza, e trata ainda mais profundamente. Mas assim não se dará glória a Deus de maneira nenhuma; os joelhos se dobrarão para aqueles que o poder lhes favoreceu, para aqueles aos quais se tem o coração unido através de um ato".

"Voltar a ajoelhar-se na Missa é um bom exercício de treinamento para vencer a idolatria na vida, além de ser um dos modos da ‘actuosa participatio’ dos que fala o último Concílio. A prática é útil também para perceber a beleza dos pavimentos (ao menos dos antigos) de nossas igrejas. Frente a alguns dá vontade de tirar os sapatos como fez Moisés diante de Deus que lhe falava da sarça ardente", assinala.

Para Magister, "ajoelhar-se hoje –especialmente sobre o piso– caiu em desuso. Tanto é assim que suscita surpresa o desejo de Bento XVI de dar a comunhão aos fiéis na boca e de joelhos".

"Mas mais que de uma novidade, se trata de um retorno à tradição. As outras são o crucifixo ao centro do altar, ‘para que todos na missa olhem para Cristo e não para uns aos outros’, e o uso freqüente do latim ‘para sublinhar a universalidade da fé e a continuidade da Igreja’", explica Magister.

O vaticanista sustenta que "perdeu-se de vista também o sentido da pavimentação das igrejas. Tradicionalmente muitas delas foram ornamentadas precisamente para servir de fundamento e guia à grandeza e profundidade dos mistérios celebrados".

"Hoje poucos são os que advertem que pavimentos tão formosos e preciosos são feitos também para os joelhos dos fiéis: um tapete de pedra sobre o qual prostrar-se diante do esplendor da epifania divina", acrescenta.

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Bento XVI, Inglaterra e Língua Litúrgica

Pax et bonum!

Achei por bem deter-nos um pouco sobre a questão da língua litúrgica usada nas celebrações da Visita Apostólica ou Pastoral do Santo Padre à Inglaterra.
Para tal, analisei o "Missal" das Celebrações Litúrgicas do Santo Padre durante esta visita, disponível no site do Vaticano em PDF.
Diria que pode servir de modelo para os sacerdotes que desejam começar a usar o latim [com mais frequência] em suas paróquias.

16/09 - Quinta-feira - 17h15
Missa no Bellahouston Park, Glasgow

Ritos Iniciais
Canto de entrada - ?
Em nome do Pai e Saudação - Inglês
Ato penitencial (Confesso) - Inglês
Absolvição - Inglês
Kyrie - Latim=Grego, de Angelis
Glória - Inglês
Oração do dia - Inglês

LITURGIA DA PALAVRA
1ª Leitura - Inglês
Salmo Responsorial - Inglês
Aclamação ao Evangelho - Inglês e Irlandês (?)
Evangelho - Inglês
Oração dos Fiéis - Inglês e Irlandês (?)

LITURGIA EUCARÍSTICA
Canto de Ofertório - ?
Orações do celebrante até o "Lavabo" - Latim
Orai, irmãos - Inglês
Oração sobre as oferendas - Inglês
Prefácio, desde o diálogo - Latim
Santo - Inglês
Oração Eucarística (II) até "Mistério da fé" - Latim
Aclamação da Anamnese - Inglês
Oração Eucarística, continuação até final - Latim

Rito da Comunhão
Pai nosso, desde a monição - Latim
Embolismo, oração e saudação da paz - Inglês
Cordeiro de Deus - Inglês
Orações do celebrante durante a Fração - Latim
Apresentação do Cordeiro - Inglês
Orações do celebrante para a Comunhão - Latim
Canto de Comunhão - ?
"Corpo de Cristo" - Inglês
Oração depois da Comunhão - Inglês

Ritos Finais
Bênção final - Latim
Despedida - Latim

17/09 - Sexta-feira
(Sem observações para este dia, pois as atividades públicas terão caráter "paralitúrgico" ou ecumênico. Às 8h o Santo Padre celebrará a Santa Missa privadamente na Capela da Nunciatura Apostólica em Wimbledon. Desta não há informações. Consta em latim, neste dia, o canto Ubi caritas antes da oração no Santuário de Santo Eduardo, durante a Oração da Tarde na Abadia de Westminster, em Londres, às 18h30.)

18/09 - Sábado - 10h
Missa Votiva do Preciosíssimo Sangue na Catedral de Westminster, Londres

Ritos Iniciais
Canto de entrada - ?
Em nome do Pai e Saudação - Latim
Ato penitencial (Confesso) - Inglês
Absolvição - Inglês
Kyrie - Latim=Grego
Glória - Latim (Cunctipotens Genitor Deus)
Oração do dia - Inglês

LITURGIA DA PALAVRA
1ª Leitura - Inglês
Salmo Responsorial - Inglês
Aclamação ao Evangelho - Latim
Evangelho - Inglês
Credo (Niceno-constantinopolitano) - Latim
Oração dos Fiéis - Inglês

LITURGIA EUCARÍSTICA
Canto de Ofertório - ?
Orações do celebrante até o "Lavabo" - Latim
Orai, irmãos - Inglês
Oração sobre as oferendas - Inglês
Prefácio, desde o diálogo - Latim
Santo - Latim
Oração Eucarística (I) - Latim

Rito da Comunhão
Pai nosso, desde a monição - Latim
Embolismo, oração e saudação da paz - Inglês
Cordeiro de Deus - Latim
Orações do celebrante durante a Fração - Latim
Apresentação do Cordeiro - Inglês
Orações do celebrante para a Comunhão - Latim
Canto de Comunhão - ?
"Corpo de Cristo" - Inglês
Oração depois da Comunhão - Inglês

Ritos Finais
Bênção final - Latim
Despedida - Latim

18h
Vigília em Preparação para a Beatificação do Servo de Deus John Henry Newman
(Aqui constam em latim os cantos Adoramus te Domine e Panis Angelicus, no início da Adoração ao Santíssimo Sacramento, e o Tantum ergo.)

19/09 - Domingo - 10h
XXV Domingo do Tempo Comum
Missa e Beatificação do Servo de Deus John Henry Newman no Cofton Park, Birmingham

Ritos Iniciais
Canto de entrada - ?
Em nome do Pai e Saudação - Inglês
Ato penitencial (Confesso) - Inglês
Absolvição - Inglês
Kyrie - Latim=Grego
Rito de Beatificação - Inglês
Glória - Inglês
Oração do dia - Inglês

LITURGIA DA PALAVRA
1ª Leitura - Inglês
Salmo Responsorial - Inglês
Leitura - Inglês
Aclamação ao Evangelho - Inglês
Evangelho - Inglês
Credo (Niceno-constantinopolitano) - Latim
Oração dos Fiéis - Inglês

LITURGIA EUCARÍSTICA
Canto de Ofertório - ?
Orações do celebrante até o "Lavabo" - Latim
Orai, irmãos - Inglês
Oração sobre as oferendas - Inglês
Prefácio, desde o diálogo - Latim
Santo - Inglês
Oração Eucarística (III),
até "Mistério da fé" - Latim
Aclamação da Anamnese - Inglês
Oração Eucarística, continuação até final - Latim

Rito da Comunhão
Pai nosso, desde a monição - Inglês
Embolismo, oração e saudação da paz - Inglês
Cordeiro de Deus - Inglês
Orações do celebrante durante a Fração - Latim
Apresentação do Cordeiro - Inglês
Orações do celebrante para a Comunhão - Latim
Canto de Comunhão - ?
"Corpo de Cristo" - Inglês
Oração depois da Comunhão - Inglês

Ritos Finais
Angelus - Latim
Bênção final - Latim
Despedida - Latim

***
Obs: no final do Missal há um apêndice com bênçãos solenes e orações em inglês e latim.

***
Viva o Bem-aventurado John Henry Newman!
Por Luís Augusto, membro da ARS

O Santo Padre Bento XVI em solo inglês - Viagem Apostólica

Pax et bonum!

Hoje é o primeiro dia da Viagem Apostólica do Santo Padre à Inglaterra!

Rezemos para que se possa colher muitos bons frutos, sobretudo de abertura total à Verdade, por parte tanto dos católicos ingleses que precisam ser reevangelizados, quanto dos ingleses pertencentes à Comunhão Anglicana. Aliás, o site da Comunhão Anglicana já postou hoje um texto falando sobre a preparação para a visita do Papa, ressaltando três aspectos do relacionamento entre a Igreja Católica e a Igreja Anglicana: Continuidade, mudança e colaboração.
Por algum motivo chamaram, na primeira linha do texto, a Viagem ou Visita Apostólica do Santo Padre de Visita de Estado... A página da Santa Sé ressalta: Viagem Apostólica do Papa Bento XVI ao Reino Unido por ocasião da Beatificação do Cardeal John Henry Newman.

Viva o Santo Padre!

Por Luís Augusto - membro da ARS

Uma semana para o II Congresso Eucarístico Arquidiocesano


Pax et bonum!

Estamos às portas do II Congresso Eucarístico da Arquidiocese de Teresina, celebrado após 50 anos do primeiro.
Segue abaixo a programação geral do II CEA.

[QUINTA-FEIRA - 1º DIA: 23 DE SETEMBRO DE 2010]
(Memória de São Pio de Pietrelcina)

18h30Abertura oficial do II Congresso Eucarístico
19hSolene Eucaristia
Local: Igreja Catedral de Nossa Senhora das Dores
Início da Adoração contínua ao Santíssimo Sacramento
Local: Igreja Catedral de Nossa Senhora das Dores

[SEXTA-FEIRA - 2º DIA: 24 DE SETEMBRO DE 2010]

8h às 11h e 14h às 17hAdoração contínua ao Santíssimo Sacramento e Confissões
Local: Igreja Catedral de Nossa Senhora das Dores

8h às 17hSimpósio Teológico com conferências, oficinas e painel de debates
Oração Inicial – Laudes Solenes
Local: Auditório da OAB

8h às 17hSimpósio de Bioética com conferências, oficinas e painel de debates
Oração Inicial – Laudes Solenes
Local: Auditório do Colégio Diocesano

Durante todo o dia: Exposição cultural
Local: Ginásio de Esportes do Colégio Diocesano

19hCelebrações Eucarísticas nas 5 Foranias de Teresina

[SÁBADO - 3º DIA: 25 DE SETEMBRO DE 2010]

8h às 11h e 14h às 17hAdoração contínua ao Santíssimo Sacramento e Confissões
Local: Igreja Catedral de Nossa Senhora das Dores

8h às 13hSimpósio Teológico com conferências, oficinas e painel de debates
Oração Inicial – Laudes Solenes
Local: Auditório da OAB

8h às 13hSimpósio de Bioética com conferências e painel de debates
Oração Inicial – Laudes Solenes
Local: Auditório do Colégio Diocesano

18hMomento de Animação com a juventude
Local: Adro da Igreja de São Benedito
Início da Caminhada da Juventude

19hCelebração Eucarística com a juventude
seguido pela Vigília Eucarística
Local: Igreja Catedral de Nossa Senhora das Dores

Durante todo o dia: Exposição cultural
Local: Ginásio de Esportes do Colégio Diocesano

[DOMINGO - 4º DIA: 26 DE SETEMBRO DE 2010]
(XXVI Domingo do Tempo Comum)

8h às 11h e 14h às 17hAdoração contínua ao Santíssimo Sacramento e Confissões
Local: Igreja Catedral de Nossa Senhora das Dores

10h - Momento Cultural
Local: Teatro João Paulo II

17h - Eucaristia de Encerramento do II Congresso Eucarístico Arquidiocesano de Teresina
Local: Igreja Catedral de Nossa Senhora das Dores

***

Por Luís Augusto - membro da ARS

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Solenidade de Nossa Senhora das Dores


Solenidade de Nossa Senhora das Dores
15-09-2010


~Vésperas~
18h na Igreja Matriz de Nossa Senhora do Amparo
|
Procissão
|
~Missa Solene~
19h na Igreja Catedral de Nossa Senhora das Dores

***

Todos são convidados para celebrarmos solenemente a Santíssima Virgem Maria, hoje, em sua solenidade como Padroeira da Arquidiocese de Teresina.

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Capítulo III - traduzido (Liturgia - princípios fundamentais)

Pax et bonum!


Terminei hoje a tradução do terceiro capítulo de "Liturgia - princípios fundamentais", obra de D. Gaspard Lefebvre.

Títulos e tópicos:

III - AO PAI PELO FILHO NO ESPÍRITO SANTO
Ao Pai
Pelo Filho
No Espírito Santo

Por Luís Augusto - membro da ARS

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

VÍDEO - Missa Pontifical por D. Alberto Taveira (21/08)

Pax et bonum!

Primeiro lamento não termos, como muitos blogs, postado fotos ou comentários após o Encontro sobre o Motu Proprio, que aconteceu em Belém, como havíamos anunciado alguns dias antes. Todavia, tenho a alegria de postar o vídeo da Missa celebrada por Dom Alberto Taveira, arcebispo de Belém-PA! Achei-o há pouco no gloria.tv.
Alegro-me por se tratar de 3 fatos:
- Um bispo brasileiro celebrou na forma extraordinária!
- Trata-se de um arcebispo!
- É o diretor espiritual da Renovação Carismática Católica!
Peço a Deus que muitos bispos do Brasil e muitos presbíteros (sobretudo os que acompanham a RCC ou estão mais próximos) sigam este exemplo!



Por Luís Augusto - membro da ARS

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

A Festa da Natividade da Bem-aventurada Virgem Maria



O mais antigo documento comemorando esta festa vem do séc. VI. São Romano, o grande lirista eclesiástico da Igreja Grega, compôs um hino (Card. Pitra, "Hymnographia Græca", Paris, 1876, 199) o qual é uma redação poética do Evangelho Apócrifo de São Tiago. São Romano era natural de Emesa, na Síria, diácono de Berytus e depois na igreja Blachernæ em Constantinopla, e compôs seu hino entre 536~556 (P. Maas em "Byzant. Zeitschrift", 1906). A festa deve ter se originado na Síriaou na Palestina no começo do séc. VI, quando depois do Concílio de Éfeso, sob influência dos "Apócrifos", o culto da Mãe de Deus se intensificou grandemente, especialmente na Síria. Santo André de Creta, no começo do séc. VIII, pregou vários sermões sobre esta festa (Lucius-Anrich, "Anfäge des Heiligenkultus", Tübingen, 1906, 468). Procura-se evidências para mostrar por que o dia 8 de setembro foi escolhido para esta data. A Igreja de Roma adotou-a do Oriente no séc. VII. É encontrada nos Sacramentários Gelasiano (séc. VII) e Gregoriano (séc. VIII a IX). Sérgio I (687~701) prescreveu uma ladainha e uma procissão para esta festa (P.L. cxxviii, 897 ss.). Desde que a história da Natividade de Maria é conhecida apenas de fontes apócrifas, a Igreja Latina foi lenta em aceitar a festa oriental. Ela não aparece em vários calendários que contém a Assunção, por exemplo o Goto-galicano, o de Luxeuil, o Calendário Toledano do séc. X e o Calendário Mozarábico. A Igreja de Angers, na França, clama que São Maurílio instituiu esta festa em Angers por causa de uma revelação, por volta de 430. Na noite de 8 de setembro, um homem ouviu anjos cantando no céu e, perguntando a razão, contaram-lhe que se alegravam porque a Virgem tinha nascido naquela noite (La fête angevine N.D. de France, IV, Paris, 1864, 188); mas esta tradição não está substanciada por provas históricas. A festa é encontrada no calendário de Sonnatius, Bispo de Reims, 614~631 (Kellner, Heortologia, 21). Ainda assim não se pode dizer que tenha sido celebrada, de modo geral, nos séc. VIII e IX. São Fulberto, Bispo de Chartres (+1028), fala dela como de uma instituição recente (P. L., cxli, 320, ss.); os três sermões que ele escreveu são os mais antigos sermões latinos genuínos sobre esta festividade (Kellner, "Heortologia", Londres, 1908, 230). A oitava foi instituída por Inocêncio IV (1243) em concordância com um voto feito pelos cardeais no conclave do outono de 1241, quando foram mantidos prisioneiros por Frederico II por três meses. Na Igreja Grega a apodosis (solução) da festa tem lugar a 12 de setembro, em conta da festa e da solenidade da Exaltação da Cruz, a 13 e 14 de setembro. Os coptas, no Egito, e os abissínios celebram a Natividade de Maria a 1º de maio, e continuam esta festa sob o nome de "Semente de Jacó" por 33 dias (Anal. Juris Pont., xxi, 403); ele também a comemoram no dia primeiro de cada mês (priv. letter from P. Baeteman, C.M., Alikiena). Os coptas católicos adotaram a festa grega, mas a guardam a 10 de setembro (Nilles, "Kal. Man.", II, 696, 706).

Fonte: Feast of the Nativity of the Blessed Virgin Mary. In The Catholic Encyclopedia.

Tradução por Luís Augusto - membro da ARS

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Capítulo II - traduzido (Liturgia - princípios fundamentais)

Pax et bonum!

Terminei hoje a tradução do segundo capítulo de "Liturgia - princípios fundamentais", obra de D. Gaspard Lefebvre.

Títulos e tópicos:

II - A TRINDADE SANTA
O culto litúrgico tem a Deus Pai, Filho e Espírito Santo como fim
A oração da Igreja, verdadeira revelação do dogma trinitário
A Missa é celebrada para honrar a Santíssima Trindade
O Ofício Divino é celebrado para honrar a Santíssima Trindade

Nos últimos dois meses trabalhei bem pouco nesta obra, o que explica a demora para a tradução do segundo capítulo dos 22! Espero agilizar a fim de que a obra venha à luz para os leitores de língua portuguesa o quanto antes.

Por Luís Augusto - membro da ARS

Mais uma ocasião com o "de Angelis" em Teresina

Pax et bonum!

No último dia 28 [de agosto], às 19h, foi celebrada, na Igreja Matriz de Teresina, a Santa Missa, por ocasião da conclusão da graduação em Licenciatura Plena em Química, pela UFPI, de nosso amigo e irmão Antunes Norberto (2º Secretário da ARS).
O Kyriale VIII ("de Angelis") foi cantado, bem como outras partes como:

In nomine Patris + Amen
Gratia Domini nostri + Et cum spiritu tuo
Per ipsum + Amen
Ite Missa est + Deo gratias

O Canto de Comunhão foi Adoro te devote.
Os cantores são membros de um grupo vocal da Paróquia São João Evangelista (sul da cidade).
A ideia (vontade) de inserir o canto gregoriano foi do graduado.
Os cantos foram ensinados aos que, pela primeira vez, usaram de suas vozes para cantar numa Missa o tradicional canto sagrado dos cristãos ocidentais.
Os ensaios contaram com a ajuda do Antunes e do Ângelo (outro membro da ARS), sem contar com a minha, o que faz com que este trabalho tenha sido um fruto meio direto/indireto da ARS.
O grupo já se prepara para enriquecer o repertório com outras partes da Missa e o canto de orações mais conhecidas (ex: Pater noster, Ave Maria, Salve Regina).
Ao fim da Missa o grupo mereceu os elogios do celebrante, o Pe. José de Pinho, que espera poder contar com o grupo noutras ocasiões.

Fotos e/ou gravações estão sendo esperadas para serem postadas.

Por Luís Augusto - membro da ARS

Final do Novenário de Nossa Senhora do Amparo - 16/08

Pax et bonum!

Lamento postar algo sobre o fim do Novenário da Padroeira da Cidade com este grande atraso! Duplo lamento pelo fato de eu não ter conseguido fotos com as pessoas que se dispuseram a fotografar algumas das noites.
Bem, de modo semelhante ao ano passado, a Missa do dia 16/08 (Solenidade de Nossa Senhora do Amparo, padroeira de Teresina - que completou neste dia 158º anos) foi celebrada pelo nosso arcebispo Dom Sérgio, precedida da procissão que partiu da Igreja São Benedito, com a imagem da Virgem.

De canto gregoriano ou de polifonia sacra cantou-se o seguinte:
- Laudate Dominum (?) - Entrada
- Kyrie VIII
- Gloria VIII
- Credo III
- Dominum oremus/Kyrie eleison - Oração dos Fiéis
- Sanctus VIII
- Agnus Dei VIII
- Ecce Panis (Perosi) - Comunhão

O livreto da Missa, com as letras em latim e português, foi muito procurado; algumas pessoas desejosas acabaram ficando sem um exemplar.

Por Luís Augusto - membro da ARS